Defesa de Mestrado de Lais Vasconcellos Minchillo

Título do Trabalho
Na direção de melhores ferramentas e metodologias para o ensino de pensamento computacional para crianças
Candidato(a)
Laís Vasconcellos Minchillo
Nível
Mestrado
Data
Add to Calender 2018-06-13 00:00:00 2018-06-13 00:00:00 Defesa de Mestrado de Lais Vasconcellos Minchillo Na direção de melhores ferramentas e metodologias para o ensino de pensamento computacional para crianças Auditório do IC 2 - Sala 85 INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO mauroesc@ic.unicamp.br America/Sao_Paulo public
Horário
14h00
Local
Auditório do IC 2 - Sala 85
Orientador(a)
Juliana Freitag Borin
Banca Examinadora

Titulares  - Professores Doutores

Unidade/Instituição

Juliana Freitag Borin

IC/UNICAMP

Joice Lee Otsuka

DC/UFSCAR

Ricardo de Oliveira Anido

IC/UNICAMP

Suplentes  - Professores Doutores

Unidade/Instituição

Esther Luna Colombini

IC/UNICAMP

Eduardo Alves do Valle Júnior

FEEC/UNICAMP

Resumo

 

Pensamento computacional é uma ferramenta para resolver problemas que se aplica a todas as áreas de conhecimento. Diferente de Matemática e outras ciências, ainda não sabemos qual a melhor forma de ensinar Computação, especialmente para crianças. Há iniciativas ao redor do mundo para ensinar pensamento computational, programação e outros assuntos relacionados a crianças, e em alguns países isso já faz parte do currículo escolar. Neste trabalho nós descrevemos nosso levantamento de material existente, os conceitos de pensamento computacional mais citados por importantes fontes e suas propostas de módulos de ensino. Nós mostramos algumas ferramentas que foram desenvolvidas nos últimos anos para dar suporte ao ensino de pensamento computacional. Também são discutidas iniciativas locais no Brasil: a Sociedade Brasileira de Computação está trabalhando para incluir a computação no currículo nacional, e alguns autores reportam trabalhos recentes em treinamento de professores e em levar pensamento computacional para a sala de aula. Adicionalmente, descrevemos o jogo educacional que desenvolvemos para ser utilizado em conjunto com um robô físico. Essa ferramenta educacional foi utilizada em uma série de experimentos em uma escola pública local, com o objetivo de ser uma experiência lúdica para as crianças, diferente do paradigma tradicional da sala de aula: as crianças ficariam livres para jogar e explorar os desafios propostos. Em seguida, são discutidas as observações e conclusões derivadas deste estudo, com um novo conjunto de hipóteses que devem ser testadas para guiar o desenvolvimento de uma metodologia de ensino de pensamento computacional para crianças. Finalmente, listamos alguns dos possíveis trabalhos futuros que poderiam ser uma continuação deste trabalho.