Resultado do Processo Seletivo para o Mestrado Acadêmico - 1º Semestre 2016.

Instruções para Alunos Aceitos
 
Candidatos Selecionados/Aceitos para o Programa de Mestrado no IC-UNICAMP
Se seu nome consta na lista Candidatos Aceitos, abaixo, sua inscrição para o mestrado foi aprovada pela Comissão de Seleção. Uma carta de aceitação lhe será encaminhada em breve por correio eletrônico, através do endereço que consta na sua ficha de inscrição (se seu endereço tiver sido alterado, por favor, envie email para: sec-pos@ic.unicamp.br). Esta carta contém informações sobre os procedimentos que você deverá tomar, assim como informações sobre prazos. Caso você necessite de uma carta em papel, por favor, entre em contato com a Secretaria de Pós-Graduação [e-mail: sec-pos@ic.unicamp.br ou (019) 3521-5842].
 
Sobre o processo de seleção
O processo de seleção é feito de forma extremamente cuidadosa, analisando-se toda a documentação encaminhada, segundo critérios acadêmicos estritos. Reconhecendo que dentre o grande número de inscritos estão muitos dos mais bem qualificados graduados do Brasil, gostaríamos de poder aprovar, neste processo de seleção, muitos outros, mas a disponibilidade de nosso corpo docente para orientação é limitada.
 
Algumas informações sobre o Programa de Pós-Graduação no IC-UNICAMP (bolsas, disciplinas, prêmios, etc)
A seguir, apresentamos algumas informações sobre o Programa de Pós-Graduação do IC-UNICAMP, para que você saiba que receberá uma excelente formação e terá um excelente ambiente de pesquisa, que trará benefícios para toda a sua carreira.
 
Bolsas de Estudo
Devido à situação econômica atual do país, temos excepcionalmente para este primeiro semestre de 2016, um número reduzido de bolsas disponíveis aos ingressantes, O programa vem trabalhando na obteção de novos recursos para atendermos a demanda de bolsas dos nossos ingressante em até 6 meses após o ingresso no curso.
 
O programa dispõe de bolsas de estudos do CNPq e da CAPES e seus docentes têm obtido bolsas de estudo através de projetos FAPESP (agência de fomento à pesquisa do Estado de São Paulo) ou de projetos de pesquisa individuais ou com empresas. As bolsas da FAPESP (e da maioria dos projetos) têm valores bem superiores aos normalmente oferecidos pelo CNPq e CAPES (veja em www.fapesp.br). A CPG recomenda fortemente a todos os selecionados que submetam projeto de solicitação de bolsa à FAPESP tão logo definam um orientador definitivo. Além do prestígio que é ter uma bolsa da FAPESP, ela tem um valor maior que as bolsas institucionais e também fornece uma reserva técnica que pode ser utilizada para cobrir as despesas do seu projeto.
 
Programa de Pós Gradução em Computação na Unicamp.
O Instituto de Computação é a principal Unidade de ensino e pesquisa da UNICAMP em Ciência da Computação. O Programa de Pós-graduação do IC teve início em 1977 e oferece atualmente os cursos de Mestrado e Doutorado em Ciência da Computação. O Programa de Pós-Graduação do IC conta com 44 docentes com formação em diversas linhas de pesquisa e com papel de destaque no desenvolvimento da área de Ciência da Computação no Brasil. 22 desses docentes possuem Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq, sendo 11 de nível 1. Notamos que os docentes do IC-UNICAMP tiveram papel de destaque no desenvolvimento da área de Ciência da Computação no Brasil. Um dos indicadores disto pode ser observado pelas Escolas de Computação. Quando a área de Ciência da Computação estava sendo criada no Brasil, ainda faltavam livros texto escritos em português para uso nos cursos de graduação. Com isso, os cursos nas primeiras escolas de computação tinham o objetivo de apresentar livros didáticos de nível intermediário ou avançado para que os cursos pudessem ter como base um material acadêmico de bom nível em português; além de ser um encontro onde se pudesse discutir assuntos acadêmicos da computação. Notamos por exemplo que a primeira Escola de Computação, em 1979, foi organizada pelos professores Tomasz Kowaltowski (professor da UNICAMP e Coordenador do evento) e Imre Simon (vice-coordenador). Os docentes do programa também escreveram vários livros, apresentados nas escolas de computação e em outras editoras. Tais livros ajudaram a difundir a computação e suas subáreas em nivel nacional e internacional. Um ponto de destaque são as posições alcançadas pelos ex-alunos do programa. Muitos deles em instituições de ensino e pesquisa. Notamos que 5 destes ex-alunos de doutorado são inclusive bolsistas de produtividade em pesquisa do CNPq.
 
O aluno poderá desfrutar de um ambiente de formação excelente. O programa oferece várias disciplinas de pós-graduação anualmente além das disciplinas de Redação Científica (em geral no primeiro semestre) e Seminários de Computação (veja em disciplinas). Certamente você e seu orientador poderão selecionar um conjunto de disciplinas que melhor atendam seus interesses de formação e pesquisa. Boa parte destas disciplinas são avançadas e permitem que o aluno possa atingir rapidamente um bom grau de maturidade em problemas de pesquisa e, consequentemente, agilizar a busca por novos resultados. Muitos alunos fazem mais disciplinas que o necessário para tirar proveito desta formação e deste ambiente. Além disso, o programa realiza seminários que incentivam as colaborações em pesquisa. Um bom exemplo disto pode ser visto através do Workshop de Teses de Doutorado.
 
O programa prima pela formação e produção de teses e dissertações com alta qualidade. Tal evidência pode ser constatada pela quantidade de artigos que tem a autoria ou co-autoria dos alunos do programa. Esta qualidade também pode ser atestada pelos diversos prêmios que os alunos do programa têm recebido, principalmente nos concursos promovidos por sociedades científicas de Computação (SBC, IEEE, SBIE, SCOPES, CLEI/UNESCO, SBRC, etc.) e premiações em congressos nacionais e internacionais. Para dar uma idéia, foram 70 prêmios obtidos de 1997 a 2010. No Mestrado, considerando apenas os concurso de Teses e Dissertações da Sociedade Brasileira de Computação (CTD-SBC) e os Concursos de Dissertações de Mestrado do CLEI-UNESCO neste período, foram 7 prêmios de primeiro lugar, 8 prêmios de segundo lugar e 5 prêmios de terceiro lugar. No doutorado, considerando apenas o CTD-SBC (não há prêmios do CLEI-UNESCO para teses de doutorado), obtivemos 5 prêmios de primeiro lugar e 4 prêmios de terceiro lugar. Tais números mostram a excelência do programa, principalmente quando consideramos que há mais de 45 programas de pós-graduação em computação no País. Veja os prêmios e conquistas obtidos por alunos e docentes do programa.
 
A região de Campinas é um pólo de alta tecnologia com grandes empresas como IBM, HP, Motorola, Freescale, Samsung, Ci&T, CPqD, etc. O IC-UNICAMP possui laboratórios em conjunto com empresas como Intel, Microsoft, IBM e Itautec. Além disso, o potencial para empreendedorismo é imenso em nossa região, veja a lista de empresas filhas da UNICAMP em http://www.inova.unicamp.br/empreendedores/empresas-filhas/cadastradas
 
Agradecimentos
Agradecemos a todos os que se inscreveram para cursar nossa Pós-graduação. É um privilégio termos a oportunidade de considerar cada um de tantos excelentes candidatos.
 
Aos candidatos não selecionados, fazemos votos de sucesso em seus futuros empreendimentos acadêmicos e profissionais.
 
Aos candidatos selecionados, enviamos nossas congratulações e esperamos vê-los brevemente fazendo parte da dinâmica comunidade de pesquisadores do Instituto de Computação.
 
Atenciosamente,
 
Coordenadoria de Pós-Graduação
 
Apresentação do Coordenador de Pós-Graduação no início do semestre
No início do semestre, os ingressantes terão uma apresentação do Coordenador de Pós-Graduação, quando ele irá falar sobre orientação, bolsas, regras e regulamentos, prazos e outras informações da pós-graduação. Este será um ótimo momento que os alunos ingressantes terão para obter informações e tirar dúvidas a respeito do curso.
 
Candidatos Selecionados/Aceitos para o Programa de Mestrado no IC-UNICAMP (em ordem alfabética)
Tutor ou Orientador: Baseado na área de preferência de cada candidato selecionado e no corpo-docente, foi atribuído como tutor ou orientador inicial ao menos um docente do Instituto de Computação, cujo nome aparece na relação abaixo. Próximo ao período de matrícula, cada aluno deverá entrar em contato com seu orientador inicial, que será um primeiro contato para auxiliá-lo no planejamento de seus estudos, na escolha das suas disciplinas e também dará informações sobre o regulamento, prazos e o funcionamento da nossa pós-graduação no geral. Após o início das aulas, cada aluno deverá confirmar ou alterar o nome indicado. Alunos que não indicaram docentes do IC como contato inicial, poderão receber mensagens de docentes interessados em orientá-los.
 
A escolha de um orientador é uma tarefa extremamente importante. Por isto, você terá até o final do primeiro semestre para realizar esta escolha. Pense bem, converse com diversos docentes e conheça os projetos em andamento no IC para tomar sua decisão. Esta decisão irá influenciar sua pós-graduação e muito provavelmente toda sua carreira acadêmica.
 
Sempre que precisar, procure o Coordenador do Programa para maiores informações.
 

Candidatos Aceitos:

Candidato Tutor
Alex Lucchesi de Oliveira Edson Borin 
Bruno Ferreira de Faria Alixandre Claudia Bauzer Medeiros
Carlos André Braile Przewodowski Filho Guilherme Pimentel Telles
Celso Aimbiré Weffort Santos Chistiane Campos
Daniel de Almeida Góes Neucimar Jerônimo Leite
Deangeli Gomes Neves Alexandre Falcão
Délio Gomes Soares André Santanchè
Diego Oliveira Rodrigues Leandro Aparecido Villas
Diogo Machado Gonçalves Islene Calciolari Garcia
Eder Maicol Gomez Zegarra Guido Costa S. de Araújo
Fábio Felix Dias Alexandre Falcão
Felipe Lima Morais Juliana Freitag Borin
Fernando Henrique da Silva Pereira Nelson  Luis S. da Fonseca
Gabriel de Biasi Paulo Lício de Geus
Geraldo Francisco de Oliveira Junior Rodolfo Jardim de Azevedo
Guilherme Colucci Pereira Heiko Horst Hornung
Hansen David Gonzalez Sastoque Julio César López Hernádez
Jan José Hurtado Jauregui Jorge Stolfi
João Paulo da Silva Ricardo Dahab
Joseandro Marques Oliveira Luiz Siome Goldenstein
Juan Sebastián Beleño Díaz Claudia Bauzer Medeiros
Leuson Mario Pedro da Silva Cecília Mary Fischer Rubira
Lucas Faloni Ferreira Cecília Mary Fischer Rubira
Lucas Lourenço de Sousa Azevedo Jacques Wainer
Lucas Oliveira David Jacques Wainer
Lucas Zanco Ladeira Ricardo Dahab
Luís Felipe Souza de Mattos Guido Costa S. de Araújo
Marcelo Pinheiro Leite Benedito Lehilton Lelis Pedrosa
Marcos Roberto e Souza Helio Pedrini
Mario Mitsuo Akita Neucimar Jerônimo Leite
Matheus Smythe Svolenski Neucimar Jerônimo Leite
Mônica Domingues de Arruda Cachoni Guilherme Pimentel Telles
Natanael Ramos Cid Carvalho de Souza
Oscar Jaime Ciceri Coral Nelson  Luis S. da Fonseca
Otávio Oliveira Napoli Edson Borin 
Patrícia Fernanda Hongo Cid Carvalho de Souza
Pedro Henrique da Costa Ulisses Alexandre Falcão
Raí Caetano de Jesus Fábio Luiz Usberti
Renan Avansi Marques Edmundo Madeira
Renan Lima Baima Cecília Mary Fischer Rubira
Sergio Zumpano Arnosti Juliana Freitag Borin
Silvia Margarita Diaz Diaz Paulo Lício de Geus
Thales Sinelli Lima Ariadne M. Carvalho
Tiago Pimentel Martins da Silva Siome Goldenstein
Tiago Royer Arnaldo Vieira Moura
Valdomiro Luis Scannapieco Neto Luiz Eduardo Buzato
Vanderson Martins do Rosario Edson Borin 
Wellington Lucas Moura Eliane Matins

 

Candidatos Aceitos Condicionalmente:

(O candidato não poderá mudar de orientador durante o curso)

Candidato Orientador
Alessandro Barbieri Diego de Freitas Aranha
Alessandro Murta Baldi Lucas Francisco Wanner
Alexandra da Silva Pereira Lucas Francisco Wanner
Aristides de Almeida Neto Eliane Martins
Heber Augusto Scachetti Guido Costa Souza de Araújo
Jônatas Trabuco Belotti Christiane Neme Campos
Julio Cesar Mendoza Bobadilla Hélio Pedrini
Klairton de Lima Brito Zanoni Dias
Renan Silva Ramalho Vilas Novas Fábio Luiz Usberti
Roberto Alejandro Hidalgo Castro Lucas
Sueny Siqueira Messias Eliane Martins
Tania Alencar de Caldas Rodolfo Jardim de Azevedo

Última atualização: 22/12/2015 - 16:00 h - vm