Quando Clones não são Idênticos: Estratégias de Software para Lidar com Variações de Hardware

Data
Add to Calendin 2015-08-21 00:00:00 2015-08-21 00:00:00 Quando Clones não são Idênticos: Estratégias de Software para Lidar com Variações de Hardware A evolução do processo de fabricação de semicondutores para escala nanom étrica traz, juntamente com benefícios no consumo de energia e área, controle reduzido sobre parâmetros críticos dos dispositivos. Sistemas de computação contemporâneos vêm apresentando variações significantes – especialmente no consumo de energia – entre unidades nominalmente idênticas, ao longo da vida de cada dispositivo, e como consequência de diferentes condições ambientais.  No passado,variações foram tipicamente “escondidas” através de margens de segurança, mas, com o aumento nas variações, as margens necessárias para mascarar variações estão ameaçando aniquilar os benefícios associados com a Lei de Moore. Neste trabalho, caracterizamos a variação no consumo de energia de processadores embarcados e apresentamos mecanismos para expor e tratar variações na camada de software. Mostramos que processadores ARM contemporâneos apresentam variações de até 1400% no seu consumo de energia estático, introduzimos mecanismos e ferramentas para caracterização de software tolerante a variações, e apresentamos duas alternativas para tratamento de variações na camada de software: controle de escalonamento em sensores distribuídos e escolha algorítmica dirigida pelo sistema operacional.                  IC 3,5 - Sala 351 IC 3,5 - Sala 351 IC 3,5 - Sala 351 America/Sao_Paulo public
Horário
14:00 h
Local
IC 3,5 - Sala 351
Palestrante
Prof. Lucas Wanner (IC/UNICAMP) <lfwanner@gmail.com>
Descrição

A evolução do processo de fabricação de semicondutores para escala nanom étrica traz, juntamente com benefícios no consumo de energia e área, controle reduzido sobre parâmetros críticos dos dispositivos. Sistemas de computação contemporâneos vêm apresentando variações significantes – especialmente no consumo de energia – entre unidades nominalmente idênticas, ao longo da vida de cada dispositivo, e como consequência de diferentes condições ambientais.  No passado,variações foram tipicamente “escondidas” através de margens de segurança, mas, com o aumento nas variações, as margens necessárias para mascarar variações estão ameaçando aniquilar os benefícios associados com a Lei de Moore. Neste trabalho, caracterizamos a variação no consumo de energia de processadores embarcados e apresentamos mecanismos para expor e tratar variações na camada de software. Mostramos que processadores ARM contemporâneos apresentam variações de até 1400% no seu consumo de energia estático, introduzimos mecanismos e ferramentas para caracterização de software tolerante a variações, e apresentamos duas alternativas para tratamento de variações na camada de software: controle de escalonamento em sensores distribuídos e escolha algorítmica dirigida pelo sistema operacional.                 

Sobre o Palestrante

Lucas Wanner (BS UFSC'04, MS UFSC'06, PhD UCLA'14) atua na interseção entre software e hardware, com foco em sistemas operacionais para aplicações embarcadas, otimização do consumo de energia, e tratamento de heterogeneidade e variabilidade de hardware. Antes de ingressar no IC, atuou como Diretor Executivo da NSF Variability Expedition (http://www.variability.org/), uma colaboração entre múltiplas universidades para tratar de problemas de variações em dispositivos fabricados em escala nanométrica. Publicações e mais informações estão disponíveis em http://www.lucaswanner.com/.

Informações Adicionais

Responsável: Profa. Ariadne M. B. R. Carvalho
Email: ariadne@ic.unicamp.br
Fone: (19) 3521-5864
Instituto de Computação, Unicamp