Defesa de Doutorado de Elaine Cristina Saito Hayashi

Título do Trabalho
Qualidade afetiva em sistemas computacionais: design de interação para e com crianças em contexto de aprendizado
Candidato(a)
Elaine Cristina Saito Hayashi
Nível
Doutorado
Data
Add to Calender 2016-02-01 00:00:00 2016-02-01 00:00:00 Defesa de Doutorado de Elaine Cristina Saito Hayashi Qualidade afetiva em sistemas computacionais: design de interação para e com crianças em contexto de aprendizado Auditório do IC 2 - Sala 85 INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO mauroesc@ic.unicamp.br America/Sao_Paulo public
Horário
14:00 h
Local
Auditório do IC 2 - Sala 85
Orientador(a)
Maria Cecília Calani Baranauskas (IC/UNICAMP)
Banca Examinadora

Titulares:
Maria Cecília Calani Baranauskas (IC/UNICAMP)
Juan Pablo Hourcade (DCS/University of Iowa - EUA)
Amanda Meincke Melo (CTA/UNIPAMPA)
Marcos Augusto Francisco Borges (FT/UNICAMP)
Alessandro Arpetti (IC/UNICAMP)
Suplentes:
Heiko Horst Hornung (IC/UNICAMP)
Maria Cecília Martins (NIED/UNICAMP)
Rita Maria Manjaterra Khater (FP/PUCC)
 

Resumo

Conforme o foco e interesse dos pesquisadores de Interação Humano-Computador evoluem, surge a necessidade de novas abordagens de design. Designers, que vêm direcionando seus esforços para melhorias na interação por meio de conceitos como usabilidade e acessibilidade, têm agora a oportunidade de aprofundar o estudo de facetas ainda pouco exploradas. Uma delas está relacionada aos aspectos afetivos da interação. Sendo um tema novo, modelos e frameworks que associem a qualidade afetiva da interação com o design de sistemas ainda são escassos, principalmente quando o público alvo é o de crianças, em contexto de aprendizado. As questões afetivas tem importância reconhecida no processo de educação infantil. Entretando, poucos estudos informam como incluir tais questões no design de sistemas educacionais para o público infantil. Esse contexto traz novos desafios para os pesquisadores: como guiar designers de interação na construção de sistemas educacionais de maneira a considerar, de maneira consciente e explícita no processo de design, aspetos da qualidade afetiva de interação? Esta tese propõe o conceito de Afetibilidade e apresenta um framework conceitual e princípios de design, com exemplos para a prática de design direcionado para questões afetivas na criação ou redesign de sistemas educacionais. O framework de Design para Afetibilidade e seus princípios práticos de design adotam uma perspectiva sócio-técnica para o processo de design e tomam por base o referencial teórico e metodológico da Semiótica Organizacional e o Design Socialmente Responsável. Esta tese foi desenvolvida em conjunto com uma comunidade escolar de ensino fundamental, constituída por mais de 500 pessoas entre alunos, professores e funcionários da escola. A avaliação dos princípios práticos foi realizada com 33 designers e 66 alunos do ensino fundamental. Os resultados sugerem uma influência positiva do uso dos princípios, propiciando maior satisfação e qualidade afetiva aos sistemas educacionais.